Revista National Geographic

A nossa escola adquire a revista National Geographic desde o primeiro número em Português, lançado em 2001. Consulta a base de dados criada pela biblioteca e encontra os principais temas de cada revista.

Desde 2021 que a biblioteca disponibiliza, também, a revista de História da National Geographic.

Todos a ler!

As turmas do 3.º ano, das cinco escolas do 1.º ciclo do agrupamento, já terminaram o projeto Todos a Ler!,  dinamizado pela equipa da Biblioteca. Este projeto é baseado na metodologia Círculos de Leitura.

Na fase final, após a sessão sobre a evolução e utilização dos Media, os alunos realizaram apresentações sobre as obras e autores, identificando assuntos abordados e novas palavras aprendidas.  Os grupos apresentaram, ainda, o reconto da história que mais gostaram. com o recurso a um meio de comunicação (Media).

Concurso Sentir a Poesia

Com o objetivo de assinalar a Semana da Leitura e o Dia Mundial da Poesia, as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Frei Gonçalo de Azevedo vão promover, em colaboração com o Departamento de Português e os Professores do 1.º ciclo/Jardim de Infância, um concurso aberto a todos os alunos, organizado de acordo com os seguintes escalões — Pré-escolar e 1.º ciclo / 2.º ciclo, 7.º e 8.º anos / 9.º ano e secundário.

O concurso Sentir a Poesia é, este ano, dedicado a Sérgio Godinho.

Partindo de um poema deste autor, propõe-se a participação numa das seguintes modalidades:

1- O que eu leio… (Leitura Expressiva / Dramatização / Interpretação musical) 2- O que eu imagino… (Desenho / Pintura / Maqueta / Expressão Corporal) 3- O que eu sinto… (Escrita criativa – texto sobre um poema ou criação de um novo poema com o mesmo tema ou com base nos sentimentos provocados pela sua leitura)

O concurso irá desenvolver-se em 3 fases:

1.ª Fase 19 de Janeiro a 24 de Fevereiro – Seleção de trabalhos por parte dos professores. 2.ª Fase –  27 de Fevereiro a 10 de Março –  Apreciação dos trabalhos e do desempenho dos alunos por um júri. 3.ª Fase –  10 a 21 de Março – Preparação da exposição e ensaios para o espetáculo .

No dia 21 de março, no final do espetáculo, será  apresentado à comunidade a nova edição do Livro da Escola, Manta de Retalhos IX.

Canção dos Abraços, de Sérgio Godinho

São dois braços, são dois braços
servem pra dar um abraço
assim como quatro braços
servem pra dar dois abraços

E assim por aí fora
até que quando for a hora
vão ser tantos os abraços
que não vão chegar os braços

Vão ser tantos os abraços
que não vão chegar os braços
prós abraços vão ser tantos os abraços
que não vão chegar os braços

A Floresta do Sr. Papa-Tudo

No dia 20 de dezembro, o T.com (grupo de teatro e música do Núcleo de Comunicação da Biblioteca) apresentou, no auditório da escola sede, o musical infantil A Floresta do Sr. Papa-Tudo, uma adaptação da obra de Ilse Losa, João e Guida. Foram realizadas duas sessões para turmas e uma sessão aberta à comunidade. Na representação estiveram envolvidos apenas os elementos mais novos do grupo (2.º ciclo). Os mais velhos terão a sua oportunidade de brilhar no final do ano letivo.

Os nossos jovens atores, músicos e técnicos tiveram um excelente desempenho e encantaram o público que retribuiu com aplausos calorosos e muitos elogios. Todas as músicas foram cantadas e tocadas ao vivo.

Ficha Técnica:

Parabéns!!!

Jornal Escolar

Já saiu o número 52 do nosso jornal escolar. Aqui fica a capa e o editorial para saberes um pouco sobre esta edição.

Editorial

Natal. O mundo em guerra. Dizem os historiadores que a humanidade nunca teve um período sem guerra. Queríamos acreditar na evolução da espécie, mas há instintos que se mantêm… A 24 de dezembro de 1914 fez-se o Natal nas imediações da cidade de Yprès, na Bélgica. Soldados inimigos juntaram-se para comemorar o espírito da época, a paz de Cristo. Após a trégua, voltaram a matar-se. E o horror continua até hoje. Progrediram os meios, os instrumentos, as armas, mas permanece o horror, a tragédia. Assistimos à distância, pela televisão, e anestesiados pela indiferença vamos aceitando e vivendo e fazemos a ceia, distribuímos prendas à volta da lareira e esquecemos o frio, a morte, a desolação aqui tão perto. Temos de esquecer, é uma questão de sobrevivência, mas ao mesmo tempo é imperativo não esquecer.
A nossa escola propõe-se cumprir esse dever de memória e este jornal espelha essa determinação. A “Semana S” com o tema “Heróis improváveis” volta a lembrar aqueles que denunciam e lutam por um mundo melhor e a Maratona de Cartas proposta pela Amnistia Internacional é já uma tradição do AEFGA. Os temas dos textos de opinião dão conta deste olhar para o outro com solidariedade e admiração: a revolta das mulheres no Irão, o desastre ambiental provocado pela “fast-fashion”, a ditadura dos padrões de beleza feminina. Os livros e leituras mostram-nos caminhos, modelos de resistência, e a escola não desiste de tentar que eles entrem na vida dos alunos. O projeto “Livros que nos fazem crescer”, os concursos de leitura e escrita, os “10 minutos a ler”, as sugestões de livros sobre racismo, homofobia, tolerância, “bullying” não são apenas matéria de escola, são matéria para a vida.
Termino com Saramago (cujo centenário se evocou a 16 de novembro), que escreveu porque não gostava do mundo onde vivia e nos interpelou afirmando “penso que além da função que o livro deve ou não deve ter, o que é mais necessário nestes tempos é que nós cidadãos reclamemos a função de pensar”.

Prof.ª Manuela Inácio

Semana S

Sensibilizar para…Heróis Improváveis 

Com o objetivo de assinalar o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10/12), a Biblioteca convidou toda a comunidade escolar a participar nesta semana de sensibilização, que é já uma tradição no agrupamento. O produto foi uma exposição comum a todos os ciclos, inaugurada no dia 12 de dezembro.     

Relembramos que a Maratona de Cartas da Amnistia Internacional irá continuar até ao dia 23 de janeiro. Para participar, basta aceder ao site da Amnistia Internacional, através do Link https://www.amnistia.pt/maratona-escolas/, assinar e inserir o código D80G, atribuído pela Amnistia ao nosso agrupamento.

As causas deste ano:

Nasser Zefzafi – presa por defender a liberdade de expressão em Marrocos…https://youtu.be/lejmLILGw_U?list=PLYQlo6joUKEG7mJTYWhYeoGF2zTEK0XoR

Luís Manuel – Artista cubano preso por defender a liberdade de expressão…. https://youtu.be/dFhb0_IIpfo?list=PLYQlo6joUKEG7mJTYWhYeoGF2zTEK0XoR

Dorgelesse Nguessan – presa após a sua primeira manifestação nos Camarões… https://youtu.be/7o55RAzRk5M?list=PLYQlo6joUKEG7mJTYWhYeoGF2zTEK0XoR

Chow Hang-tung –  presa por se manifestar pacificamente na China… https://youtu.be/vdSeJcguVR8?list=PLYQlo6joUKEG7mJTYWhYeoGF2zTEK0XoR

Aleksandra Skpchilenko – Compositora e artista russa foi presa por se opor à invasão russa da Ucrânia…. https://youtu.be/seYRN0roWUI?list=PLYQlo6joUKEG7mJTYWhYeoGF2zTEK0XoR

Concursos de Leitura e Escrita

Participaram 121 alunos na Fase de Escola do Concurso Nacional de Leitura e 124 alunos na Fase de Escola do Concurso Concelhio de Escrita Criativa.

Foram ainda atribuídas Menções Honrosas aos seguintes alunos:

Francisco Lourenço (4.ºB), Teresa Esculca (3.ºE), Clara Matos (9.ºA), Raquel Nogueira (9.ºA), Beatriz Reis (9.ºA) e Celeste Caetano (11.ºE).

Parabéns!!!