Boas férias!

Nesta primeira semana de férias, para os alunos mais novos, aqui fica um pequeno texto da Wildemary Rodrigues do 6.ºE:

Ler é mudar o mundo,
moldar a nossa imaginação,
é ser livre,
deixar a mente ser feliz,
é a mais pura liberdade.

Ler para mim não é apenas ler, é um refúgio,
uma alavanca que me dá acesso a tudo.
Ler é vida.

Boas férias e boas leituras!!!

Dá a Mão a Moçambique

É com grande satisfação que a equipa da biblioteca vem dar a conhecer os resultados da campanha, deste ano, Dá a mão a Moçambique – Missão de apoio humanitário aos deslocados de Cabo Delgado. O excelente trabalho voluntário dos nossos alunos embaixadores e o empenho e solidariedade de toda a comunidade educativa traduziu-se em 161 caixas com produtos de primeira necessidade. Foi ainda possível juntar vários sacos com bolas de futebol e 4 bicicletas recuperadas pelos alunos do Curso de Gestão Desportiva. Sabemos que é apenas uma gota, mas uma gota que irá melhorar a situação de muitas famílias moçambicanas.

Obrigada a todos

Todos juntos somos mais fortes!

Clubes de Leitura – 1.º ano

As atividades iniciadas no 3.º período, no âmbito do projeto Clubes de Leitura chegaram ao fim. As dez obras selecionadas para os Clubes, foram semanalmente discutidas em grande grupo, em todas as turmas do 1.º ano. Foram realizadas, no total das cinco escolas, 50 encontros. Para além das competências de leitura e interpretação foram desenvolvidas competências de escrita, oralidade, autoestima e confiança, através de um conjunto de atividades sobre os livros estudados. Os pais e familiares também participaram no projeto.

Tal como no secundário, uma parte das obras utilizadas foram financiadas pelo Plano Nacional de Leitura, no âmbito do  Projeto Clubes de Leitura.

Leitura a 4 patas

O projeto Leitura a 4 patas envolveu, este ano letivo, as escolas EB1 de Tires 2 e a EB1 Rómulo de Carvalho. Abrangeu um total de 14 alunos do segundo, terceiro e quartos anos. Mais uma vez, durante o confinamento o projeto não parou, e todos os alunos já terminaram as sessões. No dia 1 de junho, Dia da Criança, as duas escolas realizaram um pequeno encontro com os cães e os alunos do projeto.

Clubes de Leitura

Clubes de Leitura – Secundário

No dia 21 de junho, fecharam para férias os Clubes de Leitura do ensino secundário. Seis livros, seis encontros e um total de de 90 alunos partilharam em sessões informais, no jardim de escola, as suas leituras ideias e opiniões. Foi criado um painel, junto à biblioteca, para registo de opiniões sobre as obras escolhidas. Iremos abrir portas no próximo ano com novos livros e, esperamos, menos restrições de proximidade e partilha entre alunos de turmas diferentes.

Jornal escolar

Já saiu no número 49 do Jornal escolar!!!

Editorial

Leitura, arte, solidariedade. O espelho deste número do CREACÇÃO, o espelho do AEFGA. Moçambique que nos chama e nós dizemos: Presente! Escritores, poetas, artistas plásticos que nos convocam e nós dizemos: Presente!
Porque acreditamos que não podemos contentar-nos com “o espetáculo do mundo”, assistir passivamente não é opção, há que agir, pensar, questionar. Toda a arte nos interpela, o autor lê o real, que é relido pelo leitor. E assim interpretamos o mundo e nele nos inscrevemos.
No encontro em linha, proposto pelo Plano Nacional de Leitura, Mia Couto relembrou-nos que não há fronteiras entre a Biologia e a Literatura, pois ambas são a vida e seus mecanismos a funcionar. É pelas histórias e personagens que a literatura reinventa que aqueles que estão na periferia do mundo ganham um papel principal, alcançando um lugar nobre e digno equivalente à dignidade do seu sofrimento. O povo moçambicano enfrenta mais um calvário, um milhão de pessoas deslocadas na sequência dos ataques terroristas de Cabo Delgado e nos últimos dezasseis anos, mais quatro milhões de refugiados procuraram abrigo noutros países africanos. Nunca se falou muito deles… os refugiados só são notícia quando atravessam o Mediterrâneo e “ousam tocar” a Europa…
Através da palavra, Mia Couto, como Saramago e tantos outros escritores podem transformar consciências e acordar quem dorme encostado ao conforto da indiferença. A escola, a biblioteca, este jornal são o registo desse compromisso.
Para o ano há mais!

Todos juntos seremos mais fortes!

Apesar dos tempos difíceis que passamos, a nossa comunidade escolar não se esquece dos mais necessitados. Ao fim de pouco mais de 15 dias de campanha, já se conseguiu encher 80 caixas com bens essenciais para a sobrevivência dos deslocados de Cabo Delgado, em Moçambique. A campanha vai continuar até ao final do mês.

Obrigada a todos!

Concurso PandeMedia

Com base no Concurso Nacional Media@ção, a Biblioteca promoveu, a nível de agrupamento,  o Concurso PandeMedia. O tema  A minha experiência com os media em tempos de pandemia, tinha como objetivo refletir sobre a experiência do uso dos Media no contexto criado pela pandemia. Os  alunos podiam apresentar trabalhos em três formatos Vídeo, Podcast ou Texto.

Os vencedores foram os alunos do 1.º ano, da escola EB1 Rómulo de Carvalho.

PARABÉNS!!!