22 de março – Dia Mundial da Água

dia-mundial-da-agua

Não deixar ninguém para trás – Tema do Dia Mundial da Água

O acesso à água potável constitui um direito fundamental. No entanto, cerca de um terço da população mundial não beneficia de serviços fiáveis de abastecimento de água potável.

É importante  chegar aos mais vulneráveis, numa altura em que a degradação ambiental, as alterações climáticas, o crescimento demográfico e a rápida urbanização  se intensificam dificultando  o abastecimento de água. É necessário uma maior solidariedade internacional no apoio a regiões da África subsaariana e do sul da Ásia, onde o acesso ao abastecimento de água é ainda limitado.

 

 

 

 

 

21 de março – Dia Mundial da Poesia

Poema

A poesia, em todas as suas formas, é uma poderosa ferramenta de diálogo e de aproximação. Expressão íntima que abre portas aos outros, enriquece o diálogo – fonte de todos os progressos humanos –  e tece laços entre as culturas.

Neste vigésimo aniversário do Dia Mundial da Poesia, a UNESCO traz à luz a poesia indígena para celebrar o papel único e poderoso da poesia na luta contra a marginalização e a injustiça, e na união das culturas num espírito de solidariedade.

“Howlin at the Moon”, de Wayne Keon (membro da Primeira Nação Nipissin, Canadá) evoca a usurpação indevida da cultura indígena por outras culturas dominantes. Este poema aborda o tema da perda da identidade nativa devido à sua reinterpretação por forasteiros, independentemente das suas boas intenções e, por conseguinte, a confusão do próprio autor no que respeita à sua identidade.

A poesia é importante para a salvaguarda de línguas frequentemente ameaçadas assim como para a preservação da diversidade linguística e cultural. Proclamado pela UNESCO como o Ano Internacional das Línguas Indígenas, o ano de 2019 reafirma o compromisso da comunidade internacional em ajudar os povos indígenas a protegerem as suas culturas, os seus conhecimentos e os seus direitos.

Esta designação surge num momento em que os povos indígenas, assim como as suas línguas e culturas, se encontram, cada vez mais ameaçados, em particular devido às alterações climáticas e ao desenvolvimento industrial.

De forma a salvaguardar as tradições vivas, a UNESCO tem envidado esforços para incluir diversas formas poéticas na Lista Representativa do Património Imaterial da Humanidade, exemplo disso são os Cantos Hudhud das Filipinas, a tradição oral do povo de Mapoyo da Venezuela, a Eshuva, preces cantadas na língua indígena Harákmbut do Perú e a tradição oral Koogere do Uganda.

Cada género de poesia é único, mas cada um reflete a universalidade da condição humana, o desejo de criatividade que atravessa todos os limites e fronteiras do tempo e do espaço, numa afirmação constante de que a humanidade é uma mesma e única família.

É este o poder da poesia!

Audrey Azoulay

Diretora-Geral da UNESCO

 

 

2.ª Fase do Concurso Nacional de Leitura

As Bibliotecas Municipais de Oeiras estão a organizar a Fase Intermunicipal da 13º Edição do Concurso Nacional de Leitura que envolve os 18 municípios.

Esta edição decorrerá no dia 4 de maio (sábado), na Escola Secundária Luís de Freitas Branco, das 09h30 às 18h00.

O nosso agrupamento tem 2 alunos que foram apurados para representar o concelho de Cascais – Ana Carolina Correia (1.º ciclo) e André Pina (secundário)

Cada aluno pode levar dois convidados.

As obras a concurso são:

1.o Ciclo – Eu Acredito, David Machado
2.o Ciclo – A Bicicleta que Tinha Bigodes, Ondjaki
3.o Ciclo – Os livros que Devoraram o Meu Pai,Afonso cruz
Secundário – Marcas, Ana Saldanha

Regulamento:

CNL NORMAS Intermunicipal CMO 2018-2019

AEFGA no EYP – Leiria, 22 a 24 de fevereiro

Parlamento Europeu de Jovens (EYP)

O Agrupamento participou, com seis alunos do ensino secundário, na Sessão Regional que decorreu em Leiria, entre os dias vinte e dois e vinte quatro de fevereiro. A finalidade deste evento é a consciencialização dos jovens para questões de cidadania europeia, em que estejam subjacentes os princípios democráticos e de responsabilidade política e social do indivíduo. Em simultâneo, considerando os requisitos deste programa, os alunos desenvolvem competências linguísticas de inglês e competências ao nível da argumentação e retórica, aquando da apresentação e discussão das propostas na Assembleia Geral.

Os alunos que representaram a escola no evento revelaram muita satisfação pela sua participação, considerando que esta é uma experiência única que todos os jovens deveriam ter a oportunidade de vivenciar.

A boa prestação da nossa delegação permitiu a seleção de três alunos para a Sessão Nacional, que irá decorrer em Évora  entre  os dias vinte cinco e vinte e oito de abril.

eyp